Viajar alimenta a alma

Independente dos atuais problemas de transporte aéreo,  que faz com que as pessoas adiem ou mesmo mudem seus destinos de férias, ainda assim viajar continua sendo uma ótima maneira de fazer terapia se divertindo.

A rotina e o stress gerado pela vida moderna vão desgastando energeticamente as pessoas e os nervos ficam a flor da pele.
É lógico que os transtornos causados logo no início da viagem, como os atrasos nos aeroportos, acabam levando ao extremo o nível de stress gerando as cenas de revolta  exibidas na mídia.

Mas passado o momento inicial, a viagem torna-se interessante tanto no sentido físico como no emocional.

Se for para um outro país, com língua e costumes diferentes, isto faz com que “agucemos” nossos sentidos, tornando a observação externa e interna mais intensa e fazendo-nos esquecer rapidamente das nossas rotinas de vida.

Os hábitos, culturas e alimentação diferentes também nos obrigam a experimentar e absorver uma nova maneira de ser.

E o mais interessante acontece quando voltamos ao nosso “habitat” natural, com nossa velha rotina.

Parece que mudamos de óculos, vemos coisas na nossa velha rotina e no dia a dia que não víamos antes. E isso acaba se tornando importante para mudarmos os paradigmas e também para darmos um novo direcionamento nas nossas vidas.

Por isso, sempre que possível viaje, pois faz bem para o físico e para a alma também.

Dr Luiz Razzante

Esta entrada foi publicada em Sem categoria e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>